Inicio A cidade História

História

Histórico  No local onde atualmente se encontra a sede do Município de Belo Jardim, havia em 1853, uma fazenda de criação, de propriedade do senhor Francisco Cordeiro Wanderley. Em 1854, instalou-se uma feira na localidade, que na época era um...

Histórico 

No local onde atualmente se encontra a sede do Município de Belo Jardim, havia em 1853, uma fazenda de criação, de propriedade do senhor Francisco Cordeiro Wanderley.

Em 1854, instalou-se uma feira na localidade, que na época era um povoado conhecido pelo nome de Capim. Com o crescimento da povoação, surgiu a ideia da construção de uma casa de orações, sendo edificado então, um simples oratório.
As missas realizavam-se aos domingos, com a colaboração do vigário de Brejo da Madre de Deus.

Entre 1872 e 1873, pessoas da localidade edificaram uma capela sob a invocação de Nossa Senhora do Bom Conselho, e posteriormente outra igreja foi levantada, em homenagem a Nossa Senhora da Conceição, que é a atual matriz.
Em 1881, o missionário capuchinho Frei Cassiano de Comachio, durante uma prédica, leva ao conhecimento dos fiéis que a partir daquela data, o Município passaria a ter o nome de Belo Jardim.
Gentílico: belo-jardinense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Belo Jardim, pela lei provincial nº 1830, de 28-061884, subordinado ao município de Brejo da Madre de Deus. Elevado à categoria de vila com a denominação de Belo Jardim, pela lei estadual nº 991, de 01-07-1909. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Belo Jardim figura no município de Brejo da Madre de Deus.

Elevado a condição de cidade e sede do município com a denominação de Belo Jardim, pela lei estadual nº 1931, de 11-09-1928. Constituído de 3 distritos: Belo Jardim, Aldeia Velha e Serra do Vento. Desmembrado de Brejo Madre de Deus. Constituído do distrito sede. Instalado em 0101-1929.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, município é constituído de 3 distritos: Belo Jardim, Aldeia Velha e Serra do Vento. Pelo decreto-lei estadual nº 235, de 09-12-1938, o distrito de Aldeia Velha passou a denominar-se Xururú, confirmado pelo decreto estadual nº 336, de 15-06-1939. No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 3 distritos: Belo Jardim, Serra do Vento Canto e Xururú ex-Aldeia Velha. Pela lei municipal nº 40, de 29-12-1953, é criado o distrito de Água Fria, confirmado pela lei estadual nº 1819, de 30-12-1953, e anexado ao município de Belo Jardim. Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 4 distritos: Belo Jardim, Água Fria, Serra do Vento e Xururú. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960. Pela lei estadual nº 4968, de 20-12-1963, desmembra do município de Belo Jardim o distrito de Xururu. Elevado à categoria de município. Pela lei estadual nº 4978, de 20-12-1963, desmembra do município de Belo Jardim o distrito de Serra do Vento. Elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.

Pelo Acórdão do Tribunal de Justiça, mandado de Segurança nº 56933, de 03-08-1964, os municípios de Serra do Vento e Xururu. Foram extintos voltando a pertencer ao município de Belo Jardim como a categoria de distrito.
Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 4 distritos: Belo Jardim, Água Fria, Serra do Vento e Xururu. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Fonte: IBGE

 Fotos retiradas do Blog Mountain Bike Belo Jardim

Geografia

Localiza-se a uma latitude 08º20’08” sul e a uma longitude 36º25’27” oeste, estando a uma altitude de 608 metros. Sua população estimada em 2016 era de 75.729 habitantes.

Limites

  • Norte: Jataúbae Brejo da Madre de Deus
  • Sul: São Bento do Una
  • Oeste: Sanharóe Pesqueira
  • Leste: Tacaimbó

Hidrografia

O município está inserido nos domínios das bacias hidrográficas do rio Ipojuca e do rio Capibaribe. Seus principais tributários são os riachos do Mimoso, Bitury, Araçá, Fundão, Imbé, Minador, Chorão, Aldeia Velha, Taboquinha, Liberal, Vieira, Jenipapo, Poço, Santana, do Veado Podre, Cágado,Papamel, Varzea Grande,Palmeira, Frexeiras, Peixoto, Tabocas, do Souza e do Jucá. O município conta com os açudes Belo Jardim (30.000.000 m³), Eng. Severino Guerra (17.776.470 m³) e Tabocas (1.167.924 m³) e as lagoas da Porta, da Chave e Inhumas.

Clima

  • Tipo de Clima: Semiárido
  • Precipitação pluviométrica: 890,2mm
  • Temperatura média anual: 23,0°C
  • Meses chuvosos: março a julho.

Relevo

Belo Jardim insere-se na unidade geoambiental do Planalto da Borborema com montanhas em alguns pontos com mais de 1.000 de altitude próximos a divisa com o município de Brejo da Madre de Deus na serra dos Ventos. A vegetação nativa é formada por Florestas Subcaducifólica e Caducifólica, típica do agreste.

Vegetação

A vegetação é composta por caatinga hiperxerófila e floresta subcaducifólia.

Economia

Tem como principais atividades a agroindústria com maior potencialidade de desenvolvimento para produtos alimentícios e avicultura. Principais produtos: Feijão, milho, batata-doce, banana, café, mandioca, tomate, alho, cana-de-açúcar e goiabada.

É a cidade sede da indústria de Acumuladores Moura S.A., NATO, PALMEIRON, CREMOSINHO, EMPAC.

Cultura

A cultura belo-jardinense baseia-se em uma forte influência da música que é representada na cidade desde seus primórdios. Conta com a presença de duas escolas de música muito importantes, que fizeram e ainda fazem história na cidade. A Filarmônica São Sebastião fundada em 20 de janeiro de 1887 (129 anos de fundação) e a Sociedade de Cultura Musical (conhecida como “cultura”) que foi fundada em 08 de fevereiro de 1935.

Como uma das principais formas de manifestação cultural na cidade, há a realização anual da Festa das Marocas (ou “redenção”). A festa leva milhares de pessoas anualmente a cidade no mês de junho para apresentações musicais, tais como bandas conhecidas e orquestras. Também está presente na cidade uma forte cultura do artesanato e de rendeiras, onde encontram-se lojas artesanais e alguns pequenos museus de exposição.

Entre seus ilustres cidadãos, esta o músico Otto Maximiliano Pereira de Cordeiro Ferreira.

Ensino Técnico e Superior

  • AEB (Autarquia de Ensino Superior de Belo Jardim)
  • FABEJA (Faculdade de Formação de Professores de Belo Jardim)
  • FAEB (Faculdade de Enfermagem de Belo Jardim)
  • IFPE (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco)
  • ETE (Escola Técnica Estadual Edson Mororó Moura)

TV Local

  • TV Asa Branca (Afiliada TV Globo – Caruaru)
  • TV Jornal (Afiliada SBT – Caruaru)
  • TV Clube (Afiliada Record – Recife)
  • TV Tribuna (Afiliada Bandeirantes – Recife)
  • TV Rede Vida
  • TV Novo Tempo

Esporte

A cidade possui um clube no Campeonato Pernambucano de Futebol, o Belo Jardim Futebol Clube, que joga no Estádio José Bezerra de Mendonça. Outro clube era o Santa Cruz de Belo Jardim.